CENTRAL DE NOTÍCIAS

Comissão rejeita proibição de dupla cobrança de IPI na importação de bens industrializados.
25
Set

Comissão rejeita proibição de dupla cobrança de IPI na importação de bens industrializados.

A Comissão de Finanças e Tributação rejeitou o Projeto de Lei Complementar (PLP) 23/15, que pretendia evitar a dupla incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) nas operações de importação: no desembaraço aduaneiro e na saída do estabelecimento do importador.

A proposta, apresentada pelo deputado Carlos Bezerra (PMDB-MT), será arquivada. Ele explica que a atual redação do Código Tributário Nacional (CTN - Lei 5.172/66) prevê a cobrança do IPI nas duas situações.

Bezerra, no entanto, sustenta que o Superior Tribunal de Justiça (STJ), desde 2004, já traz o entendimento de que, no caso de importação de produto industrializado, não pode haver dupla incidência do imposto sem que o produto passe por novo processo de industrialização no estabelecimento do importador. Segundo ele, a ideia da proposta era adaptar o texto legal ao entendimento pacificado pelo STJ.

Porém, o parecer do relator, deputado Enio Verri (PT-PR), foi pela inadequação financeira e orçamentária do projeto, “uma vez que não se encontra instruído com a estimativa da renúncia de receita e medidas compensatórias cabíveis”, conforme exige a Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101/00).

 

Fonte: http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/ECONOMIA/543298-COMISSAO-REJEITA-PROIBICAO-DE-DUPLA-COBRANCA-DE-IPI-NA-IMPORTACAO-DE-BENS-INDUSTRIALIZADOS.html

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

© 2015 BBZ Advocacia. Todos os direitos reservados.